Últimas Notícias
Capa / Emprego / Veja dicas para obter uma vaga de trabalho em uma multinacional

Veja dicas para obter uma vaga de trabalho em uma multinacional

Para conquistar sua vaga é preciso pensar grande, qualificar-se e correr atrás

Se você pensa que é impossível conquistar um trabalho em uma multinacional, está enganado. Estas empresas de grande porte, apesar de possuírem processos seletivos diferenciados, estão em diversos lugares do mundo e, inclusive, no Brasil. Para conquistar sua vaga é preciso pensar grande, qualificar-se e correr atrás.

Segundo o instituto Great Place to Work (GPTW), que realiza todo ano competições de Melhores Empresas para Trabalhar, o Brasil é o terceiro país com maior representatividade dentre as 25 melhores multinacionais. “Avaliamos mais de 6.200 empresas, que empregam mais de 11,5 milhões de trabalhadores. Nosso país possui 13 dessas multinacionais”, afirma o analista do GPTW, Bruno Mendonça.

Diferenciais
O analista revela, ainda, que a formação e as competências técnicas são aspectos importantes levados em conta pelas multinacionais na busca de novos talentos. Para ele, a sintonia com a cultura e com os propósitos da organização é o grande diferencial. “A competitividade no mercado aumenta a demanda por pessoas mais qualificadas.  Nos processos seletivos há práticas para sentir se o candidato se encaixa naquele grupo de pessoas ou não”, explica.

Segundo ele, o alinhamento de valores é de suma importância não só para as empresas como também para os funcionários. “Este tem sido um dos principais fatores de retenção, principalmente pelo nível de confiança das pessoas. Quanto maior o índice de confiança dos funcionários com relação à empresa, mais próxima a empresa fica de ser considerada um excelente lugar para trabalhar”, acrescenta Bruno.

Já a conselheira regional da Associação Brasileira de Recursos Humanos Seção Bahia (ABRH-BA), Margot Azevedo, considera que todas as empresas buscam competências que são similares. “A capacidade de trabalhar em equipe, boa comunicação verbal e escrita, pessoas focadas em resultados e proativas”, diz. Além desses, Margot cita inovação, criatividade, empreendedorismo e bons relacionamentos como características que podem ser consideradas diferenciais para qualquer profissional.

Para o diretor da Máxxima Centro de Carreira, Daniel Magno, além das competências tradicionais, quem procura emprego em uma multinacional deve desenvolver sensibilidade cultural e mobilidade geográfica. “É preciso ser globalizado, ir além. Além disso, querem pessoas com uma visão estratégica sobre cultura e que possam ser usadas em outros lugares do mundo. Além disso, a segunda língua é essencial”.

Atrativos
Dentre os principais atrativos das multinacionais, de acordo com Margot, estão as oportunidades de crescimento. “Salário nunca está em primeiro lugar. Estas empresas oferecem outras oportunidades, como o ambiente com ferramentas e metodologias mais modernas, além de plano de carreira”, garante.

Já Daniel Magno ressalta que as grandes empresas são também grandes marcas e por isto atraem pessoas. “São sempre lembradas por todo mundo e por isto estão constantemente na mídia”, sinaliza. “Quem entra numa multinacional já é um vencedor, pois o processo de entrada é complexo. Mas só de participar de um processo seletivo já tem um resultado fantástico, pois vai ajudar a pessoa a avaliar suas competências em relação ao que está se pedindo no mercado”, ressalta.

Atitude
Já o coaching e headhunter Márcio Lopes explica que ter atitude também é essencial. “Não adianta ter conhecimento e não fazer acontecer, gerar resultados. Além disso, cada empresa tem um processo seletivo: vai depender em que momento você está e se o seu perfil se encaixa com o perfil da multinacional”, fala. “Se você é jovem, por exemplo, vai fazer alguns testes e avaliações. Se você já está no mercado, tem que ser conhecido na área de atuação, conhecer sobre a empresa e, participar de eventos que ela patrocine”, diz.

Mesmo se não passar na primeira tentativa, a recomendação é que participe de outros processos. Segundo Lopes, o que importa é pensar grande, acreditar e se esforçar. “Você não vai ganhar na Mega-Sena se não jogar. Não é?”, lembra.

 

Deixe uma resposta

Comentarios

Sobre Ian Vitor

Ian Vitor
Desenvolvedor , WebDesigner e Fotografo do Platacity

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*